03 março 2009

A estranha lei da compensação

A Blogger Mari Melo descreve em seu Blog "Brincando de Casinha" a experiencia sobre tocar uma reforma sozinha. A lei da compensação que ela cita é real. Existe e nós profissionais lutamos diariamente contra isso exigindo dos fornecedores profissionalismo. Afinal, para um cliente, o fornecedor pode trabalhar uma vez por ano mas para nós profissionais, se for bom, trabalhará o ano inteiro.
Veja o relato de Mari: - "Dida deu o cano hoje. Em compensação, o eletricista se ofereceu para instalar todos os lustres que eu comprar. Embora o Dida não tenha ido hoje, mandou um ajudante para ir adiantando os rejuntes. Sendo assim, fiquei puta só um pouco. Outro dia o vidro da janela da cozinha espatifou com a tempestade. Gastarei uns R$ 150 para arrumar. Graças a esse acidente, descobri a vista mais bacana do apartamento - melhor que a da sala. O pé direito do apê era baixo demais para ter forro de gesso com spots. Fiquei meio frustrada quando soube disso. Optei por fazer apenas a moldura, o que reduziu bastante meus gastos com gesso e sobrou dinheiro para caprichar nas ferragens das portas. O eletricista enfiou a faca, mas o marceneiro cobra apenas R$ 25 para instalar uma fechadura nova. Sem contar que o cara é um doce de pessoa. Uma estranha contabilidade astral toma conta da minha obra. Perde-se aqui, ganha-se acolá. Num dia, um profissional me decepciona. No outro, um fornecedor encontrado por acaso supera minhas expectativas. Passando a régua, tá tudo certo..."
Não passe pelo que a Mari passou, contrate um Arquiteto e invista certo em sua obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar